Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

ESTADO SOCIAL

respigos e reflexões sobre o território e a sociedade

Pensar fora da caixa [Europa]

16.05.14

«O euro foi-nos apresentado como um avião, foi para o ar e quando houve uma turbulência percebemos que afinal era um planador»... «na impossibilidade de colocar motores no planador “em pleno voo”, os mercados descobriram a vulnerabilidade do projecto e começaram a disparar contra ele.... Mas não apontaram para o cockpit: apontaram para a barriga do planador” ... onde estavam, precisamente Portugal, a Irlanda ou a Grécia»

Félix Ribeiro, Público 16/05/2014

(...)

«A um destino europeu que nos cola à Espanha e nos faz gravitar na órbita alemã, Félix Ribeiro contrapõe assim uma nova ordem externa na qual o mundo anglo-saxónico assume um papel maior. Ou um modelo de parcerias diferente. “Se quisermos fazer coisas diferentes temos de ir para países diferentes. Temos de procurar parceiros que saibam mais do que nós”. Félix Ribeiro é taxativo: “Temos de procurar funções na globalização com perspectivas de futuro. Para mudarmos essas funções temos de mudar de parcerias”. A América do Norte é crucial nesta estratégia, como o são os países nórdicos, por exemplo. “Se não tivermos amigos no Ártico, não somos respeitados no equador”, explica. Ou seja, os novos parceiros de Portugal têm de ser países ricos e com graus diferentes de afastamento da UE. É daí que poderão vir investimentos, saber, tecnologia, dinamismo e nervo para que Portugal possa manter até o seu nível de proximidade com os Palop. Uma espécie de regresso à ancestral vocação Atlântica do país suspensa após a integração europeia»

Manuel Carvalho citando Félix Ribeiro, Público 16/05/2014