Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

ESTADO SOCIAL

respigos e reflexões sobre o território e a sociedade

Estado Social (act.)

01.05.14

 

 

 "Políticos deviam ter orgulho no Estado social e não vê-lo como um peso" 

 

Renato Miguel do Carmo, jornal i (hoje)
«Não há um desequilíbrio financeiro nem um exagero de despesa em comparação com outros países»
«Portugal continua a ser uma sociedade muito assimétrica, com níveis de desigualdade de rendimento acima da média da UE. Ao mesmo tempo que se progrediu na redução do risco de pobreza (após as transferências sociais), constata-se que este continua a afectar os grupos mais vulneráveis: designadamente crianças, idosos, famílias monoparentais, entre outros.»
«O Estado social não é perfeito, longe disso, reveste-se de muitos desequilíbrios e redundâncias e por isso é necessário encetar uma verdadeira reforma que passe pela reconfiguração e por reajustamentos de muitas discrepâncias»
«não podem ser considerados blindados ou inalteráveis os contratos realizados entre o Estado e grupos empresariais privados que comprometeram e lesaram o interesse público»

 

 

LINK